Vivências Artísticas

Celebrar uma história a ser compartilhada no espaço vivencial significa ter experiências nas diversas linguagens artísticas. A arte nos convida para uma grande viagem ao cotidiano, proporcionando uma qualidade estética no caminhar. Os participantes não precisam dominar nenhuma técnica. Apenas se dispor a procurar em si mesmo o caminho para apreciar, vivenciar e experienciar a vida com arte. A vida tem um sentido; compartilhar formas de viver, reconhecer e expressar beleza.

As vivências são específicas para cada pessoa, sendo infinitas as possibilidades de linguagem. Alguns exemplos:

Tecendo a vida

A oficina proporciona uma visão sensível da realidade circundante. Através do ato de bordar, o participante ressignifica seu transitar pela vida. O encontro não requer saber bordar. Apenas conduzir o fio e a agulha. Deixar a emoção aflorar e apreciar o processo.

Mãos que transformam

Vivência com argila. Ao modelar, o participante recebe impressões das coisas e representações mentais do mundo exterior. Através da experiência é despertado a sensação, percepção, imaginação, atenção, interpretação, compreensão e o olhar generoso.

Laços afetivos

A oficina oferece uma vivência com objetos. Um convite a trazer um pertence é o ponto de partida. Através das linguagens artísticas, expressar as relações afetivas. Trazer à luz às memórias e sentimentos atrelados.

Memória musical

A oficina visa o processo de rememoração, através do contato sonoro. Os participantes irão materializar momentos da vida, onde a música foi porta voz da emoção.

Ilustrando haicais

Livro de artista

Registro sensorial do manuseio com diversos materiais, integrando os aspectos que mobilizam o existir do participante.